A Aliança P3 e Portugal

A Aliança P3 (que une os maiores operadores mundiais de transporte marítimo - MAERSK LINE, MSC e CMA-CGM) pode alterar o mapa do transporte marítimo, com sérias consequências para Portugal.

A Logistema tem acompanhado de perto o acordo, designado por “acordo operacional global P3”, entre os operadores de serviços de linha de contentores Maersk Line, Mediterranean Shipping Co e CMA CGM.

A importância deste acordo para o comércio marítimo mundial é de tal ordem que recentemente a FMC (Federal Maritime Commission), organismo regulador da concorrência no transporte marítimos dos Estados Unidos da América, se propõe organizar uma cimeira mundial entre organismos similares nos diferentes países.

Para os clientes dos serviços de transporte marítimo a perspectiva de verem os três principais operadores mundiais, com mais de 30% de quota de mercado (oferta de espaço em navios) aliados na defesa de interesses comuns levanta várias dúvidas. Mesmo que seja anunciada como uma aliança operacional, a sua dimensão dá lugar a dúvidas sobre o impacto que virá a ter sobre o perfil geral dos serviços, o qual envolve entre outros aspectos a estrutura dos preços/fretes praticados.

Decerto, um assunto demasiado importante para poder ser ignorado pelos Governos.
Pedido de informações
Alterar imagem
*campos de preenchimento obrigatório

Plataformas Logísticas em Angola

Angola | Política de Transportes, Logística e Grandes Infraestruturas
Saiba mais